Benefícios do iodo e solução de Lugol

22 de agosto de 2017
Benefícios do iodo e solução de Lugol

Conheça os benefícios do iodo e solução de Lugol.

Dentre os inúmeros minerais e oligoelementos de que o organismo humano necessita, o iodo desempenha um papel particularmente importante. Praticamente o tudo que nele funciona, seja o metabolismo hormonal, cérebro ou até sistema digestivo, necessita do uso do iodo. Desta forma, suplementos iodados são reconhecidos há mais de uma centena de anos.

O iodo é o principal componente do Lugol, um preparado explorado desde o século XIX, que visa remediar as disfunções da tireoide. O preparado, que contém a mistura iodo-iodeto de potássio, recebe o nome do químico francês Jean Lugol.

Nos últimos anos,  devido a descobertas de suas inúmeras outras propriedades, esta fórmula voltou a ganhar atenção, além do fato do uso do iodo inorgânico não prejudicar a tireoide, ao contrário do iodo orgânico.

Funcionamento da tireoide

A função principal do iodo é efetuar a síntese dos hormônios tireoidianos T4 e T3 pela tireoide. Segundo David Bronstein, um dos maiores peritos mundiais sobre tireoide e iodo, 95% da população sofre de deficiência de iodo. Consequentemente, a solução de Lugol é um meio simples de compensar essas deficiências e que, ao mesmo tempo, oferece segurança e eficácia.

Em 2007,  a obra “Iodine remedies: secrets from the sea”, publicada por Chris Robin, apresentou outras propriedades curativas da solução de Lugol. Seja na utilização interna ou aplicação tópica, auxilia beneficamente contra: crescimento tumoral, quistos dos ovários,  reações alérgicas e autoimunes, cicatrizes com queloides, fístulas, hemorroidas, quistos sebáceos, infecções vaginais e na doença de Dupuytren e de Lapeyronie.

Doenças fibrocísticas

Graças ao médico Jonathan V. Wright, que se dedicou às novas aplicações da solução de iodo-iodeto, ficou demonstrado que mais de 50% deas mulheres na menopausa ou na pré-menopausa são acometidas pela formação de quistos da mama (doença fibrocística) e que um tratamento à base de solução de Lugol,  com cerca de nove gotas por dia, durante três a seis meses, poderia eliminar essas fibroses císticas, sem atrapalhar o funcionamento da tireoide.

Tratamento  contra determinados tipos de câncer

Outros estudos também verificaram que a solução de Lugol pode interceder como prevenção e cura de alguns tipos de câncer, principalmente de mama, devido à capacidade que o iodo tem de interagir com os estrógenos, propiciando seu metabolismo e dos estrógenos cancerígenos, os 16-alfa-hidroxiestrona, em estriol – um estrógeno neutro para o organismo.

Também foi identificada uma relação entre o câncer de pulmão e a insuficiência de aporte de iodo, num estudo no qual mulheres com aportes suficientes de iodo apresentam as mais baixas taxas de câncer do pulmão,  dos ovários e do útero.

Precauções de utilização

-Como a solução de Lugol aumenta o metabolismo da tireoide, não deve ser utilizada como auxiliar no tratamento para emagrecimento;

-Não associar com doses fortes de cafeína devido a um possível efeito excitante;

-Não exceder a dose diária recomendada;

-Consulte um profissional de saúde antes de usar, se estiver grávida, amamentando ou se tiver algum problema de saúde;

-Não utilizar se perceber alteração de cor no produto.

Solução de Lugol Básico 60ml

Composição:

Iodo  2%

Iodeto de Potássio 4%

Água destilada qsp 60ml

Solução de Lugol Forte 60ml

Composição:

Iodo  5,0%

Iodeto de Potássio 10%

Água destilada qsp 60ml

Modo de Usar

-Reposição de iodo: 2  gotas 1x ao dia ou a critério médico;

-Hipertireoidismo: 2 a 10 gotas 1x ao dia ou a critério médico. A primeira dose deve ser ingerida uma hora após a dose inicial do medicamento antitireoidiano;

-Involução de Tireoide (pré-cirúrgico): 1 a 3 gotas 1x ao dia, por 10 dias antes da cirurgia, normalmente usado com medicamento antitireoidiano a critério médico;

Proteção contra Radiação: 10 a 15 gotas ao dia, 15 dias ou a critério médico.

Cada gota contém 6,5 mg de IODO ELEMENTAR.

Informações e orientações complementares aos pacientes

Ingerir com as refeições ou com 250 ml de leite ou água, para evitar desconforto gástrico. A solução é rapidamente absorvida no trato intestinal, com início da ação em 15 minutos e duração de 24 horas. O iodo concentra-se principalmente na tireoide, mas também é encontrado em glândulas salivares, mucosa gástrica, plexo coroide, placenta e glândulas mamárias; e a eliminação é feita 90% por via renal e aproximadamente 10% por via fecal, suor e leite materno.

Toxicidade crônica por exposição ao iodo

Contato com a pele

Soluções de iodo e iodeto de potássio, conhecidas por serem sensibilizantes, podem causar reações alérgicas após exposição crônica.

Ingestão

O uso prolongado de iodo e derivados, sobretudo através da ingestão de medicamentos que os contenham, em doses bastante elevadas podem provocar intoxicação, denominada de iodismo. Não existe dose a partir da qual se verifica o iodismo. A sensibilidade ao iodo varia de pessoa para pessoa. Os sintomas do iodismo são: um desagradável sabor metálico, ardência na boca e na garganta, gengivas doridas e dentes sensíveis, aumento da secreção salivar, espirros, irritação dos olhos e pálpebras inchadas, dor de cabeça muito forte, irritação das mucosas do trato respiratório, provocando tosse. Pode ocorrer inflamação da faringe, laringe e amígdalas, lesões cutâneas, que podem aparecer nas áreas seborreicas sob a forma de acne, irritação gástrica e diarreia, em que se pode por vezes verificar a presença de sangue nas fezes. Os sintomas do iodismo desaparecem rapidamente quando a exposição cessa.

Por ser pura, sem agentes comumente adicionados (como desinfetantes tipo cloreto de benzalcônio), barata e eficaz, a solução de Lugol pode fazer parte da farmácia familiar.

Ficou interessado na solução de Lugol? Deixe seu comentário ou entre em contato conosco!

Você pode gostar também

Sem comentários

Deixe uma resposta