Ácido Hialurônico e seus benefícios

14 de novembro de 2017
Ácido hialurônico e seus benefícios

Devido aos seus efeitos preenchedores e hidratantes, o ácido hialurônico está cada vez mais presente nos dermocosméticos. Mas você sabe o que é, realmente, essa substância?

Naturalmente presente
O ácido hialurônico é uma molécula de açúcar que atrai a água e pode atuar como um lubrificante e absorver choques em partes móveis do corpo como as articulações e cartilagens. Está naturalmente presente no organismo humano e 56% dele se encontra na pele, onde atua preenchendo o espaço entre as células, mantendo-a lisa, elástica e bem hidratada.

Por possuir uma grande capacidade de reter água, o ácido hialurônico também desempenha um ótimo papel como hidratante, alcançando as camadas mais profundas da pele. Devido a essa característica, costuma ser utilizado na a fabricação de hidratantes.

Controle de rugas
No entanto, com o tempo, sua concentração na pele tende a se tornar mais escassa, ressecando-a e causando o aparecimento de rugas. Desta forma, a aplicação tópica ou cirúrgica do ácido hialurônico são alternativas para controlar o avanço dos sinais da idade.

Atualmente, esta é uma das substâncias mais utilizadas em preenchimentos, por ser um implante reabsorvível, biocompatível e sem relatos de hipersensibilidade, além de hidratar o local de forma intensa.

Fonte de origem
O ácido hialurônico pode ser de origem animal (extraído da crista do galo) ou por biotecnologia (por meio da fermentação bacteriana), porém independentemente da fonte, é submetido a uma série de procedimentos de purificação, cujo produto final é na forma de gel que pode ser aplicado diretamente na pele ou integrar a composição de cosméticos.

Indicações
É indicado, principalmente, para melhorar o viço da pele e suavizar marcas da idade. Na forma injetável, pode ser usado no contorno da face, no contorno e volume dos lábios, sulcos naso-labiais, olheiras, rugas faciais, e para repor volume nas mãos e algumas regiões corporais.

Cremes tópicos
O ácido hialurônico pode ser encontrado em forma de cremes tópicos ou injetável. Em cremes tópicos, geralmente é utilizado o ácido hialurônico de alto peso molecular. Ou seja, como sua molécula é grande, esta não consegue ser absorvida pela pele, permanecendo sobre ela retendo água e também hidratando a epiderme. Apesar de muito eficiente, os cremes atuam apenas até a pele ser lavada, por isso, vale a dica de sempre reaplicar o hidratante uma ou duas vezes ao dia, de acordo com a recomendação do Dermatologista.

Com o objetivo de incentivar o próprio organismo a produzir a substância, muitos cremes levam o ácido hialurônico de baixo peso molecular, fazendo com que penetre nas primeiras camadas da pele, hidratando-as e estimulando-as ao metabolismo.

Injetável
Na forma injetável, a aplicação deve ser feita por um especialista (dermatologista ou cirurgião plástico).

Cuidados antes da aplicação
Antes da aplicação é necessário fazer um exame clínico para evitar possíveis contraindicações. O ácido noturno deve ser descontinuado um dia antes e no dia no procedimento, e medicamentos anticoagulantes como Ácido Acetilsalicílico e ginko biloba devem ser evitados na semana anterior ao procedimento. Entretanto, o filtro solar deve ser mantido rigorosamente antes e depois da aplicação.

Cuidados depois da aplicação
Estudos científicos recomendam massagem no local com a ponta dos dedos por dois ou três dias após a aplicação, porém, em caso de hematomas, a massagem é contraindicada. O ideal é não se expor ao sol, principalmente se os roxos se formarem, e pode-se usar gelo no local nas primeiras 24 horas.

Contraindicações
A aplicação do ácido hialurônico não deve ser feita em pessoas com hipersensibilidade ao composto. Também é contraindicada em pacientes com problemas de coagulação. Não deve ser aplicado dentro ou perto de áreas com doença ativa de pele, inflamações e feridas, ou em áreas onde haja implante permanente.

Botox X ácido hialurônico
Apesar de muitas pessoas pensarem que ambos os procedimentos agem da mesma forma, existe uma diferença: o botox age paralisando o músculo e, ao evitar sua movimentação, ele impede a contração muscular, que é o que forma a ruga. E nas rugas já existentes, a substância relaxa os vincos. Em contrapartida, o ácido hialurônico repõe o volume perdido de determinadas áreas da face, preenche sulcos e melhora o contorno do rosto.

Quer saber mais sobre o ácido hialurônico? Deixe seu comentário e nós respondemos!

creme-com-nanoesferas-de-vitamina-c-20-acido-hialuronico-5-50g

Você pode gostar também

Sem comentários

Deixe uma resposta