Poluição digital: preserve sua qualidade de vida

23 de janeiro de 2018
Poluição Digital

Saiba o que é poluição digital e como preservar sua qualidade de vida.

Com a invasão dos smartphones, além de vivermos conectados quase 24 horas por dia, somos bombardeados por informações, trocas de mensagens e, por consequência, muita luz azul emitida pelo aparelho. Essa exposição tem início muito cedo, já que as crianças se encantam com as possibilidades e os pais aproveitam a praticidade e utilizam o dispositivo para entretê-las.

Males do mundo digital

Como uso demasiado do smartphone, vivemos numa geração em que o foco passou a ser virtual e que acaba por nos distrair da realidade, e em decorrência, essa inserção no mundo digital traz várias alterações para o nosso corpo. São elas:

-Má postura (dores cervicais);

-Flacidez rosto e pescoço;

Acuidade visual afetada;

-Insônia;

-Perda de memória e foco;

Ansiedade;

-Tendinites;

-Manchas faciais.

Para permanecer conectados, costumamos nos acomodar, seja em pé, sentado ou deitado e muitas vezes, até contorcidos. Nos tornamos malabaristas e essas alterações são sentidas ao longo do tempo.

Bola de neve

O problema acaba se tornando uma ‘bola de neve’. A postura correta é totalmente esquecida e, com isso, acabamos por usar indiscriminadamente  anti-inflamatórios, que afetam o nosso metabolismo bioquímico, associado à má alimentação, sedentarismo, gerando cada vez mais estresse oxidativo.

Consequentemente, temos maior incidência de inflamação subclínica e um desgaste metabólico pelo excesso de radicais livres. Ao mesmo tempo temos a exposição contínua aos poluentes ambientais e, agora, a poluição digital com seus comprimentos de ondas alterando até a forma de interagirmos e pensarmos. O excesso de estímulo visual ainda nos tira o sono. Quantas vezes começamos a navegar, nos distraímos e, quando olhamos, já se passaram horas e o sono se foi? O nosso ciclo circadiano (que é o período de aproximadamente 24 horas sobre o qual se baseia o ciclo biológico) se encontra conectado e alterado pelo estímulo da luz continuamente.

Os efeitos da poluição digital

Você já calculou quantas horas do dia fica em frente ao computador, TV ou smartphone? Atualmente, 43% dos adultos trabalham em jornadas prolongadas em frente ao computador ou tablet; 74% dos adolescentes com idades entre 12 e 17 anos acessam internet por meio de celulares, tablets e/ou outros dispositivos móveis. Estudos revelam que mais de 60% da população gasta mais de seis horas do dia com um dispositivo eletrônico. Esses dispositivos eletrônicos utilizam sistemas de retroiluminação (LED). Inconvenientemente, os LEDs emitem uma luz azul que possui comprimento de onda (450 a 500 nm) que estimula a produção de radicais livres. Temos assim a luz visível originada da radiação solar. e até  o momento não existia nada que bloqueasse este comprimento de onda.

É importante ressaltar que temos comprimentos específicos de ondas e, dependendo deles, se origina uma cor. A cor vermelha, por exemplo, de 645 a 690 nm, possui uma ação anti-inflamatória, sendo muito utilizada para ativar a mitocôndria e também a produção de energia.

Danos da luz azul

A radiação azul inclui uma faixa do espectro eletromagnético de alta energia e causa danos à pele e aos cabelos. Existe no mercado uma série  de produtos cosméticos para ajudar a prevenir os danos que essa exposição pode causar, principalmente em se tratando de radiação UVA, UVB, UVC e IV.

No entanto, atualmente, garantir a proteção contra essas radiações não é mais o suficiente, pois estamos constantemente expostos à radiação azul e os filtros atuais não são eficientes para nos proteger contra ela.

Filtros solares e proteção natural

Hoje em dia encontramos dois tipos de protetores solares: Orgânicos e inorgânicos sendo classificados rotineira e respectivamente como filtros de efeito físico.  Seus mecanismos de ação estão relacionados com a absorção de radiação e reflexão da radiação.

Melanoidinas

Um dos grandes desafios da atualidade é desenvolver produtos que sejam de fontes naturais e ecologicamente corretos. A AQIA, empresa brasileira que pesquisa e desenvolve novas tecnologias, elaborou um processo de extração subcrítica com água e obteve os sucrapeptídeos denominados melanoidinas, que são encontrados no café torrado.

As melanoidinas são compostos ativos que têm ação protetora da radiação azul. A faixa de absorção desses compostos abrange o comprimento de onda necessário para a proteção desse tipo de radiação. Além de ser um ativo multifuncional, apresenta proteção contra a radiação, além de ter atividade antioxidante. Assim teve origem o Shield M.L.D.A, produto composto por  sucrapeptídeos vegetais, as melanoidinas, um protetor natural contra os danos da poluição digital.

Avaliação da eficácia pré-clínica do produto na expressão proteica de opsina-3 em cultura  de queratinócitos humanos expostos à luz visível:

Shield M.L.D.A produziu um aumento significativo de até 141% na intensidade da marcação de fluorescência para opsina-3, indicando uma atividade profilática contra os efeitos da luz visível.

Avaliação da atividade de proteção contra radiações em explantes de pele humana ex-vivo

Pode-se observar que:

  •         O produto Shield M.L.D.A. 1 (p1) tem uma atividade de estimulação na epiderme e derme papilar sem ou com irradiação de luz azul.
  •         O produto Shield M.L.D.A 5 (p2) tem uma atividade de estimulação na epiderme e derme papilar sem ou com radiação de luz azul.

Shield M.L.D.A

  •         Sucrapeptídeos – compostos ativos para a proteção da radiação azul;
  •         A faixa de absorção abrange outros comprimentos de onda como UVA, UVB E UVC;
  •         Apresenta alta capacidade antirradicalar;
  •         Apresenta ação antiaging;
  •         Produto concentrado, aquoso, de origem 100%
  •         Processo ambientalmente amigável;
  •         Nenhum tipo de resíduo danoso à natureza;
  •         Sem traços de solvente;
  •         Sem compostos químicos indesejáveis no produto final.

Health Digital Protection

Seguindo esta tendência a Biotec desenvolveu o conceito Health Digital Protection, contemplando todos os pontos que são afetados pelo excesso de uso de smartphones, tablets e outros. A ação de diminuir o impacto das mudanças que foram trazidas se faz necessária, pois o organismo paga o preço de estarmos conectados por muito tempo. Um olhar mais amplo para trazer um pouco mais de equilíbrio neuronal, metabólico e bioquímico pelo excesso de estímulos luminosos é um caminho a ser percorrido na tentativa de melhorar a qualidade de vida e recuperar algo muito valioso: o ciclo circadiano e a homeostasia celular e metabólica para uma vida mais plena, para que assim possamos usufruir os dois lados da tecnologia.

Bloqueie os malefícios da luz azul e continue usufruindo o que há de novo no mundo digital com este arsenal de ativos para cada aplicação clínica:

Escudo Digital: Proteção das desordens da pigmentação tópico (creme filme)
Shield M.L.D.A + HYAXEL + B-WHITE + MeiYanol

Escudo Digital Tópico
Alistin + OTZ 10 + Shield M.L.D.A + EXO-P

Poluição digital: Diminuição das dores articulares oral (filme)
Osteosil

Flacidez rosto e pescoço (oral – goma)
Exsynutriment + in.cell + Glycoxil

Acuidade visual (oral – cápsulas)
F.C Oral + Glycoxil + Luteína

Insônia (oral – filme)
Modulip GC + LIPO PS20 + Magnésio

Performance Cognitiva (oral – cápsulas)
Bio-Arct + Exsynutriment + Lipo PS20

Flacidez rosto e pescoço (tópico)
Sculptessence + Densiskin D + + SWT-7
Drops Cosmeselfie (tópico)
Shield M.L.D.A

Fotoativados
Booster LED (tópico – rosto e pescoço)
PhotOil + Base Ômega Gold

Modulador da inflamação Fotoativada (tópico)
Meiyanol + Hyaxel + Shield M.L.D.A

Makeup resistente à água (tópico)
Polybase Cover

Capilar
Óleo reparador (tópico)
Liponutrium Hair + Bio Elixir Purcelin
Brumar Capilar (tópico)
ReparAge + Tamariliz + Hydra.Sil

Nutrição
Shake Booster da imunidade (oral)
In. Cell + Betamune SC70
Suco antiox (oral)
Bio-Arct

Quer saber mais sobre poluição digital ou ficou com alguma dúvida? Compartilhe conosco nos comentários e nós responderemos para você!

Você pode gostar também

Sem comentários

Deixe uma resposta